Árvore Barriguda: Saiba Mais Sobre Essa Gigante

Árvore Barriguda

A árvore Barriguda é conhecida por sua grande copa, seu caule grosso e rugoso e por suas flores rosadas vistosas, que aparecem na primavera e no verão. Além disso, ela é uma espécie conhecida por sua b, podendo viver mais de 300 anos.

É muito provável que você conheça a Barriguda por outros nomes populares, como por exemplo, Paineira-rosa, Árvore-de-lã, Árvore-de-seda, Paina-de-seda, Paineira, entre outros.

Sobre a Árvore Barriguda

Ceiba speciosa Ravenna é o nome científico da árvore Barriguda. É comum referências ao sinônimo de Chorisia speciosa. Chorisia é uma homenagem ao pintor, desenhista e litógrafo de origem russa, Louis Choris, que visitou a América do Sul entre os anos de 1815 e 1818. Ele fazia parte de uma expedição nomeada “Rurick”, organizada pelo conde Nikolai Romanzov, chanceler do Império Russo.

A Ceiba speciosa ou Barriguda pertence à família Malvaceae, a mesma de outras gigantes como por exemplo o famoso Baobá, nativo da África. Ou ainda a imponente Árvore-do-algodão, com grandes flores vermelhas, nativa da Ásia e África tropical.

A árvore Barriguda é uma espécie nativa da América Latina, encontrada principalmente no Brasil, Paraguai e Argentina. É uma árvore majestosa, com altura média de 30 a 40 metros e diâmetro de até 2 metros.

No Brasil ela é encontrada em todos os estados da Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além dos estados da Bahia, Ceará, Paraíba, Pará, Rondônia e Tocantins.

É nativa dos mais diferentes tipos de vegetação e florestas, como Floresta estacional Semidecidual, Floresta Ombrófila (Floresta Pluvial) e Área Antrópica. Surgindo em todos os cinco domínios paisagísticos do Brasil, desde a Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa até o Pantanal.

Utilidades da Barriguda

A árvore Barriguda é utilizada para vários fins, incluindo como fonte de madeira para composição de artefatos artesanais, além de calçados e celulose. Sua madeira é macia e permite a confecção de móveis, gamelas, canoas entre outros objetos. A paina fina do interior do fruto tem aproveitamento na confecção de enchimento de travesseiros e almofadas.

Por seu porte avantajado, a Barriguda compõe a recuperação de áreas degradadas, enquanto a beleza das flores e a sombra da copa são valorizadas para a composição do paisagismo de parques e outras áreas urbanas.

Na medicina popular, a casca e a resina tratam queimaduras, hérnias e ínguas. Além disso, as flores servem para o tratamento de coqueluche, tosse e asma.

Apesar de sua beleza e utilidade, a Ceiba speciosa é uma espécie ameaçada devido à destruição de seu habitat natural e à exploração excessiva de sua madeira.

Características da Árvore Barriguda

A Barriguda é uma espécie de crescimento rápido, com folhas palmadas de onde partem de 5 a 7 folíolos em formato lanceolado. O caule tem a presença de acúleos, que embora se pareçam com espinhos são na verdade uma projeção do córtex e da epiderme do caule. Se diferem dos espinhos, sobretudo por não possuírem tecidos vasculares. Assim, à medida que envelhecem, o tronco se torna mais liso, pois os acúleos vão desaparecendo.

Ela tem uma enorme capacidade de armazenar água em seu caule. Atravessando então, facilmente, períodos de seca ou estiagem. Época em que perde quase todas as folhas.

Flores e Frutos

As flores da Barriguda são grandes e vistosas, de cor rosa ou lilás. Elas têm um formato de funil, com cinco pétalas e cinco sépalas. A flor é monoica, ou seja, possui órgãos reprodutivos masculinos e femininos em flores separadas, na mesma árvore. As flores masculinas são menores e menos vistosas do que as flores femininas.

Flores e fruto da árvore Barriguda
Flores e Fruto da Árvore Barriguda

As flores surgem em grandes agrupamentos no verão e também durante o período de queda das folhas, em maio e abril. Elas são visitadas por diversas espécies de beija-flores e polinizadas por insetos, como abelhas e besouros. Após a polinização, as flores se transformam em frutos ovais, com sementes grandes e achatadas.

Os frutos da Barriguda são grandes e ovalados, com cerca de 20 cm de comprimento. São verdes quando jovens e ao amadurecer adquirem o tom marrom escuro. Eles são cobertos com uma camada de fios grossos. As sementes são cobertas por uma camada branca e macia. A polpa e as fibras do fruto não são comestíveis, mas as sementes são utilizadas como fonte de óleo e alimento para diversos animais, como periquitos e cambacicas.

Enfim, a Barriguda é uma espécie que encanta pela sua beleza e imponência. Além disso, seu crescimento rápido faz com que ela seja uma excelente enriquecer ambientes ao ar livre. Se você quiser conhecer outras espécies de árvores que crescem rápido, clique nesse link e veja o que já escrevemos sobre o assunto.

Veja Também:

Gostou desse artigo sobre a Árvore Barriguda? Em seguida, compartilhe com alguém que também gosta de saber mais sobre as árvores do Brasil. Então deixe suas estrelinhas a seguir.

4.9/5 - (14 votes)

Deixe um comentário