Maria Sem Vergonha: Cultive o Ano Todo Florida

maria sem vergonha

A Maria-sem-vergonha é uma planta que vale a pena tanto no jardim quanto como planta de casa. Dependendo da forma como é montada, atrai a atenção e impressiona com o tanto de flores coloridas.

Seus frutinhos são a razão dos nomes populares que recebe, pois eles explodem ao menor balanço e lançam suas sementes.

Como recompensa pela facilidade de brotação e bela aparência, no entanto, requer algumas medidas de manutenção.

Fatos Interessantes sobre a Maria-sem-vergonha

  • Nome botânico: Impatiens walleriana
  • Outros nomes: Beijo-turco, Beijinho, Impatiens, Maria-sem-vergonha
  • Origem: África
  • Família: Balsaminaceae
  • Flor: Branca, rosa, vermelha, roxa
  • Luminosidade: Meia-sombra, luz brilhante

Luz e Solo

A Maria-sem-vergonha prefere locais iluminados com luz difusa. Um local muito sombreado pune a planta com baixo crescimento. Por outro lado, a planta nunca deve ser exposta ao sol quente do meio-dia. Isso resultaria na queima das folhas e flores.

A planta se mostra um pouco menos exigente em termos de substrato, ou seja aceita bem uma mistura pronta de solo convencional.

No entanto, o solo deve ser bem drenado e, acima de tudo permeável. Isso porque o alagamento das raízes pode gerar o apodrecimento e a perda da planta.

Oportunidades de cultivo

Geralmente a Maria-sem-vergonha é muito utilizada em composição com outras plantas, desde que tenham os mesmos requisitos de cultivo, como quantidade de luz, tipo de solo e umidade.

Suas flores ficam lindas tanto como o centro das atenções, ou servindo de bordadura para outras plantas.

Algumas espécies que seguramente podem fazer parceria com a Maria-sem-vergonha são por exemplo, as Begônias, Margaridas, Hostas e Verbenas.

Rega da Maria-sem-vergonha

Ela só precisa de uma quantidade moderada de água. Só mais tarde a necessidade aumenta. Então, é importante garantir que o substrato seja mantido sempre úmido. Nesse caso, úmido significa que a terra não deve secar, mas que também o alagamento não deve se formar.

Além disso, tenha o cuidado de regar somente o solo e, não as folhas.

Dica: Se for uma planta de canteiro, uma camada de casca de pinus poupa muito trabalho ao jardineiro. Isso protege o solo contra o ressecamento, mesmo sob forte luz solar e, dessa forma, reduz a quantidade de água necessária.

Fertilizar

Para que venham as flores, faz sentido usar um fertilizante com nutrientes equilibrados.

Pode ser administrado a cada duas semanas durante a fase de crescimento e a cada seis semanas no inverno.

É importante a remoção das flores mortas, pois a planta tem mais energia para investir na confecção de novas folhas.

Veja Também:

Flores de Sombra: Conheça Quais as Mais Populares

Crisântemos: Como Cuidar desta Planta de Flore Intensas

Como Fazer Ervas Secas em Casa Usando um Método Natural

Gostou deste artigo? Comente abaixo se você já tem a Maria-sem-vergonha em casa. Conte também qual o nome que ela recebe na sua região. Além disso aproveite para enviar para alguém que também gosta de flores.

4.7/5 - (4 votes)

Deixe um comentário