Planta da Amizade: Conheça os Cuidados Com a Pilea Involucrata

planta da amizade pilea involucrata

Planta da Amizade, também conhecida como Pilea, é da família das urtigas. Gosta de sombra quente, porém bastante claridade.

O nome popular Planta da Amizade é típico aqui no Brasil. Há lugares que a nominaram como Flor de Canhão. Todos pelo mesmo motivo, a facilidade com que ser propaga. Ela tem a capacidade de disparar o pólen como um canhão. Contudo as folhas mais velhas perdem essa facilidade e ficam menos atraente com o tempo.

Sobre a Planta da Amizade

  • Nome Botânico: Pilea involucrata
  • Outros Nomes: Pilea, Madrepérola, Planta-da-amizade
  • Origem: Américas
  • Família: Urticaceae
  • Flor: Creme, rosa ou verde, discretas
  • Luminosidade: Meia-sombra, sombra

Luz

Como é uma planta de gosta de ser cultivada na sombra, ela vai te avisar se estiver em um local muito escuro. Pois suas folhas perdem não só as belas cores, como também o relevo tão característico.

A Planta da Amizade contudo pode ser exposta ao sol, desde que seja mais brando, como no fim ou início do dia. Suporta bem temperaturas entre 13 a 20°. Evite expô-las a correntes de ar.

Cuidados

No caso da Pilea Involucrata o solo deve ser parcialmente úmido e não muito encharcado. Cuide para que o vaso tenha orifícios de drenagem do excesso de água. Gosta de substrato enriquecido com matéria orgânica.

Quanto às regas devem ser feitas apenas quando os primeiros centímetros da superfície do solo estiverem secos. De outra forma, há risco de acontecer o acúmulo de água nas raízes e em seguida o seu apodrecimento. Além disso, evite atingir as folhas com a água no momento da rega, elas podem ficar manchadas.

Fertilize ao menos uma vez ao mês com adubo líquido que pode ser diluído com a água da rega.

Propagação

Mesmo com toda a facilidade de polinização, a Planta da Amizade perde sua forma depois de dois ou três anos e é então gradativamente substituída por brotações.

Para propagar por estacas, corte uma haste abaixo do nó da folha de aproximadamente 7 cm. Enterre a haste em solo misturado com areia ou vermiculita. Então, coloque a planta dentro de um são plástico, em local iluminado, porém sem contato direto com o sol.

Assim que as raízes se formem, transfira a planta para um local definitivo e mantenha os cuidados do solo umedecido. Deixe espaços entre elas para que as plantas jovens tenham a oportunidade de se ramificar bastante.

Faça poda dos brotos mais compridos para direcionar a forma da planta.

Qual o Melhor Substrato Para Orquídeas

Tipos de Plantas Carnívoras e Suas Estratégias

Cuidando da Tropicalíssima Bananeira em Vasos

Gostou destas dicas? Aproveite para conhecer mais sobre plantas lendo os outros artigos do nosso blog. Além disso, deixe seu comentário logo abaixo. Logo após, compartilhe com alguém que também gosta de plantas. E então, deixe sua avaliação nas estrelinhas.

4.8/5 - (6 votes)

Deixe um comentário