Sansevieria Hallii: Conheça o Formato Exótico dessa Suculenta

Sansevieria hallii em habitat natural no solo.

A Sansevieria hallii é considerada uma raridade. Nativa da África do Sul e Zimbábue, essa planta apresenta um formato de folhas que lembra a Sansevieria cylindrica.

Por causa de suas folhas largas e roliças que acumulam água, a Sansevieria hallii é considerada uma suculenta. Assim como a maioria das Sansevierias, ela é uma planta resistente e com manutenção muito simples. 

Sobre a Sansevieria Hallii

A Sansevieria hallii possui folhas em formato de foice com uma das faces côncava, ou seja, sulcadas como uma reentrância. A parte inferior da folha é rugosa, ficando mais evidente quando em períodos de seca.

Geralmente elas possuem 3 folhas em tons de verde acinzentado e com algumas manchas em faixas transversais.

Além disso, cada folha pode atingir de 30 a 80 centímetros de comprimento e podem variar no formato de crescimento. São facilmente distinguíveis das outras espécies de Sansevierias por suas folhas recurvadas.

Como forma de garantir a água e os nutrientes para as folhas, principalmente nos períodos de seca, a planta possui rizomas subterrâneos.

A inflorescência surge no verão com flores ligeiramente perfumadas. Ela nasce ao nível do solo, com caule bem curto, em formato de cabeça com cerca de 160 mm de diâmetro.

As flores são individuais com cerca de 5 a 9 cm de comprimento. Têm formato tubular com lobos que recurvam, além de filamentos e anteras em tons quase brancos. A Sansevieria hallii também dá fruto em formato de baga alaranjada e redonda. A floração é um espetáculo à parte.

Duas imagens de Flor em formato tubular da Sansevieria hallii e uma delas germinadas e brancas.

Como Cuidar da Sansevieria Hallii

A Sansevieria hallii gosta de ambiente sombreado. Em seu habitat natural, elas brotam sob as árvores de regiões rochosas e vales de rios secos. Suas folhas longas se desenvolvem melhor em solo arenoso.

Luz e Temperatura

A Sansevieria hallii é muito resistente e se adapta facilmente tanto ao cultivo interno, na sombra ou meia-sombra quanto em ambientes externos, a sol pleno.

O cultivo dentro de casa, tanto em vasos como em jardineiras evidencia o desenho de suas folhas, que chama a atenção por sua aparência singular e ornamental. Porém, a floração é bem mais rara.

Típicas de regiões de clima quente e seco, elas se desenvolvem melhor e mais rápido quando cultivadas em ambientes externos semissombreados.

Além disso, em climas mais frios, as geadas podem ser um problema para a Sansevieria hallii.

Assunto Relacionado: 4 Tipos de Sansevieria Para Você Cultivar Como Planta de Sombra

Rega e Substrato

A Sansevieria hallii se desenvolve melhor em solo arejado, arenoso e levemente ácido. Nesse sentido, prepare um substrato que tenha uma parte de areia para facilitar o escoamento da água da rega.

Se preferir comprar o substrato pronto, escolha o próprio para cactos e suculentas, que são também adequados para as Sansevierias.

Ela não exige manutenção frequente com regas, que consequentemente, podem ser esparsas e sempre com solo totalmente seco. Ao passo que no inverno as regas podem ser interrompidas.

Inegavelmente, a resistência à seca é um dos motivos mais populares pelos quais as pessoas preferem cultivar as Sansevierias. Bem como, sua capacidade de sobreviver em ambientes de sombra.

Contudo, fique atento ao excesso de água. Nesse sentido, ela é muito sensível.

Todavia, ela deve ser mantida longe de animais que gostam de mastigar folhas de plantas, uma vez que pode apresentar um pouco de toxicidade.

Adubo

Ofereça uma fertilização leve e orgânica para sua Sansevieria hallii. Aproveite os meses de crescimento, na estação do verão, para incentivar seu desempenho.

No restante do ano não há necessidade de adubar. Lembrando que é uma planta de crescimento lento, assim a necessidade de replantio é mínima.

Assunto Relacionado: Comprando uma Sansevieria Cilíndrica: Como Escolher a Planta Certa?

Propagação da Sansevieria Hallii

A propagação por meio de cortes da folha é uma maneira rápida de reproduzir a Sansevieria hallii.

A melhor época e mais próspera para que suas raízes se proliferem com mais segurança, é em primeiro lugar, a estação do verão.

O cultivo por sementes pode ser feito em solo arenoso tanto na primavera quanto no verão. Como consequência, em torno de 4 semanas ocorre a germinação.

Veja Também:

Gostou de conhecer sobre a suculenta Sansevieria hallii? Deixe suas estrelinhas e lembre-se, em seguida, de compartilhar este artigo com alguém que também cultiva sansevierias ou que goste de plantas.

4.9/5 - (10 votes)

Deixe um comentário