Imburi (Allagoptera Campestris): Como Cuidar

Allagoptera campestris

Imburi, Buri-do-campo, Buri, Pissandó, Ariri, Licurizinho e Licuri Rasteiro do Campo. Esses são os nomes populares mais conhecidos do Allagoptera campestris, nossa planta de hoje.

O Licuri Rasteiro do Campo é uma palmeira pequena, nativa do Brasil e indicada para a composição de jardins rupestres e parques. Vamos conhecer um pouco mais sobre ela e os cuidados de manutenção a seguir.

Sobre o Imburi – Allagoptera campestris

É nativa dos estados do Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Bahia, assim como também do Paraguai.

A Allagoptera campestris pertence à família da Arecaceae, a mesma da Raphis excelsa, mais conhecida como Palmeira Rafis. Já falamos sobre ela aqui no site, veja em Palmeira Rafis ou Rhapis Excelsa: Conheça Todas As Dicas

A planta Buri é típica da vegetação do Cerrado ou de Campos Rupestres.

Ela tem caule rizomatoso que pode ser bem curto ou subterrâneo. Cresce até cerca de 1,5 metros de altura.

As folhas são pinadas, ou seja, surgem ao longo da raque como penas, em grupos de 4 a 10, são cerosas e de cor verde acinzentada.

A inflorescência do Imburi ocorre, em princípio, na primavera e é acompanhada por uma bráctea (folha modificada) branca e fibrosa. O pedúnculo ou haste que a sustenta tem cerca 15 a 40 cm de comprimento, é cilíndrico coberto por uma densa camada de pelos.

Os frutos surgem a partir de janeiro em formato de espigas, são comestíveis e têm sabor adocicado.

A propagação é feita através das sementes.

Como Cuidar da Palmeira Allagoptera campestris

A palmeira Allagoptera campestris tem o crescimento lento e gosta de estar em locais com muito sol.

Pode ser cultivada em quase todo o país, seja como planta isolada ou grupos. Como não tolera geadas fortes, evite seu cultivo nas regiões do sul do país com temperaturas muito baixas.

A palmeira Imburi tolera solos com baixa fertilidade, preferindo terrenos arenosos e com boa drenagem.

Pode ser cultivada também em vasos grandes, mas que tenham uma boa profundidade. Sendo assim escolha vasos com ao menos 50 cm de profundidade.

O substrato para o cultivo em vaso também precisa de boa drenagem, inclua um pouco de areia na terra para garantir o escoamento total da água da rega. Que aliás não precisa ser muito frequente.

Adube de dois em dois meses se sua palmeira Allagopteracampestris está em vaso. No jardim, a adubação pode ser mais espaçada.

Veja Também:

Gostou das dicas sobre o Imburi (Allagoptera campestris)? Então, você já tem uma planta dessa em casa? Aproveite e compartilhe com seus amigos que também gostam de plantas e não esqueça de deixar suas estrelinhas abaixo.

5/5 - (15 votes)

Deixe um comentário