Como Cuidar do Antúrio e Ter uma Floração Maravilhosa

Como cultivar o Antúrio, duas bracteas vermelhas com inflorescência em espádice de tom creme e ponta amarelada com folhas verdes ao fundo

O Antúrio é uma planta tropical com flores fascinantes que você pode cultivar a sombra ou meia sombra, independentemente da região em que se encontra. Veja aqui como cuidar do Antúrio para ter uma planta maravilhosa.

Sobre o Antúrio

O Antúrio também é muito conhecido como Antúrio-de-flor, ele pode ter de 30 a 100 centímetros de altura, dependendo do cultivar.

O gênero de planta Anthurium, que é nativo da América Central e do Sul, compreende mais de 800 espécies, sem contar os híbridos, que diferem na cor, forma de folha e flor.

Eles pertencem à família Araceae, famosa pela característica única das flores. Também fazem parte desta família, o Lírio da paz (Spathiphyllum wallisii) e o Copo de Leite (Zantedeschia aethiopica).

O Antúrio mais comum, comercializado no Brasil, Anthurium Andraeanum é ornado por uma espata vermelha em forma de coração. A espata, muitas vezes chamada de flor, é na verdade um tipo de bráctea, típica da família Araceae.

E a bráctea é uma folha modificada que serve de proteção para a inflorescência em formato de espiga (espádice), com cores em tons de creme e amarelo.

As folhas verdes também são muito decorativas. Elas têm formato de coração e são brilhantes, podendo ter até 40 cm de comprimento.

Muito utilizada como planta de corte para composição de arranjos florais, o Antúrio é valorizado não apenas pelas flores coloridas como também pelas folhas.

Como Cuidar do Antúrio

Os antúrios são plantas tropicais impressionantes pela sua beleza, mas são um pouco exigentes com relação aos cuidados. Veja a seguir todas as dicas de como cuidar do Antúrio.

Luz e Temperatura

O Antúrio é uma planta típica de regiões tropicais que gosta de locais quentes, úmidos e livres de corrente de ar. A temperatura de cultivo ideal gira em torno de 22° a 25° C.

Porém, um inverno com temperatura mais fresca, de 16° é um estímulo para a floração.

Eles devem ser mantidos em lugares com a maior luminosidade possível, mas sem luz solar direta ao longo do dia.

Assim, dentro de casa, procure colocar seu Antúrio perto das janelas ou varandas, de forma que tenham luz abundante.

Nos jardins, escolha locais protegidos da luz solar, de forma que o Antúrio receba luz mais fraca do início ou fim do dia. Ou então, procure pela sombra de espécies maiores que ofereçam proteção.

Os Antúrios podem ser tradicionalmente plantados no solo, mas também podem ser cultivados em água.

Rega e Substrato

Os Antúrios são tradicionalmente plantados no solo, mas também podem ser cultivados em água.

Para cultivá-lo em hidroponia, prepare um recipiente de plástico forrado com pedras de argila expandida e cheio de água nutritiva. A maioria das flores de Antúrio se adaptam facilmente a esse tipo de manutenção, mas crescem um pouco mais lentamente do que no solo.

O substrato para o antúrio deve, acima de tudo, ser solto e permeável, além disso conter um alto teor de fibras. Composições que contenham húmus de minhoca e fibra de coco são excelentes. 

Se o Antúrio for cultivado em vaso, é importante que tenham orifícios de drenagem no fundo para que as raízes não sofram com alagamento.

No caso do uso de cachepô, faça uma camada de fragmentos de cerâmica ou ainda pedras de argila expandida no fundo. A água que escorrer da rega deve ficar abaixo da linha onde termina o vaso com a planta.

Essa dica além de ajudar a manter a umidade ao redor da planta, facilita a manutenção diária.

Ao regar, é particularmente importante que o substrato nunca seque, mas que as raízes também não fiquem alagadas. Você deve, portanto, regar regularmente, mas não muito.

Com suas folhas largas e grandes, é comum o acúmulo de poeira nas faces. Isso diminui a atividade da planta e reduz o brilho das folhas. Banhos ou a limpeza com pano úmido são importantes para manter a saúde e beleza do seu Antúrio.

Adubo

Para manter o Antúrio em desenvolvimento, ele precisa de novos nutrientes por meio da fertilização.

Deve ser fertilizado regularmente, mas com pouca concentração. Isso significa que no período de crescimento, da primavera ao verão, a fertilização pode ocorrer a cada duas semanas.

Por outro lado, no inverno adube a cada dois meses e apenas na metade da concentração indicada.

Como o Antúrio é sensível a muito sal, um fertilizante principalmente orgânico também deve ser usado.

Assim como todas as plantas, o Antúrio também pode ser acometido por alguns problemas nas folhas e raízes. Veja neste artigo, Antúrio: Como Cuidar dos Problemas que Surgem algumas dicas que podem orientá-lo na manutenção da sua planta.

Veja também:

Gostou das dicas sobre como cuidar do Antúrio? Compartilhe no grupo social com pessoas que também gostam de plantas. E então comente aqui abaixo se você também tem um Antúrio em casa.

4.8/5 - (11 votes)

Deixe um comentário