Rhipsalis Pilocarpa: Cacto Para Ambientes Sombreados

Rhipsalis pilocarpa em vaso suspenso

O Rhipsalis Pilocarpa é um cacto diferente da maioria dos cactos que conhecemos. Ele não cresce em regiões arenosas e áridas, mas sim na umidade e calor típicos da Mata Atlântica. Com aparência delicada e hastes segmentadas, esse cacto desenvolve ramos eretos que com o crescimento ficam no formato pendente e geram delicadas flores brancas.

Sobre o cacto Rhipsalis Pilocarpa

O nome científico atual dessa espécie é Rhipsalis pilocarpa, mas é possível encontrarmos a referência pela nomenclatura antiga de Erythrorhipsalis pilocarpa. Ele pertence à família Cactaceae, a mesma de outros cactos mais comuns já mencionados aqui no site anteriormente.

Dentro desse mesmo grupo, o Cacto-coral ou Rhipsalis cereuscula é um parente com características semelhantes e que também pode ser interessante à sua pesquisa. Aliás, essa é uma tribo composta por mais de 40 espécies. Se você quiser saber um pouco mais sobre o gênero e os tipos de Rhipsalis, leia o artigo que já publicamos anteriormente.

O cacto Rhipsalis pilocarpa é nativo de todos os estados da Região Sudeste além do estado do Paraná. Ele se desenvolve de forma epífita, apoiado em troncos de árvores nas florestas da Mata Atlântica.

Suas hastes são finas e arredondadas, cobertas por espinhos maleáveis e com aparência peluda branca que crescem a partir de aréolas.

As flores surgem nas pontas dos ramos, são perfumadas, pequenas, com até 2 centímetros de diâmetro, delicadas e brancas. Tem frutos esféricos de 0,5 até 1,3 cm e com tom marrom ou avermelhado.

Como Cuidar do cacto Rhipsalis Pilocarpa

O Rhipsalis pilocarpa pode ser cultivado em ambientes sombreados tanto dentro de casa como também em jardins que ofereçam a sombra de plantas maiores. As regas precisam ser frequentes e o substrato mantido umedecido.

Luz e Temperatura

A luminosidade ideal para o Ripsalis, como planta epífita, é aquela chamada de luz difusa. Ela se caracteriza pela incidência indireta da luz do sol. Geralmente as plantas que crescem de forma epífita, apoiada em outros vegetais, estão protegidas da luz solar forte.

Isso permite o cultivo desse cacto em ambientes internos, dentro de casa, desde que em locais muito iluminados. Assim, evite colocar seu Rhipsalis pilocarpa muito longe das janelas e varandas. Ele pode resistir por um tempo, mas aos poucos os galhos param de crescer e a planta começa a definhar.

Como uma típica planta tropical, ele prefere locais com temperaturas altas e não gosta do frio. 

Rega e Substrato

As regas devem acontecer com regularidade sobretudo em períodos de maior crescimento da planta entre a primavera e o outono. Porém, evite o excesso de água verificando sempre se existe água parada no fundo do vaso. Ao contrário de outros cactos que gostam de pouca rega, o Rhipsalis precisa de umidade, seja em vasos ou em jardins.

Desse modo, prefira os vasos de plástico que mantêm o substrato úmido por mais tempo, e evite os recipientes de barro. 

A quantidade de rega depende da região e do clima, logo uma forma de não deixar sua planta com sede é oferecer pouca água mas quase todos os dias.

Tenha sempre cuidado de verificar possíveis alagamentos do substrato, pois as raízes não devem ficar encharcadas.

Escolha um substrato típico de orquídeas, com grande aeração. Na natureza as depressões de rochas e troncos de outros vegetais, onde vivem os Rhipsalis, são locais de acúmulo e decomposição de folhas e insetos.

Assim, materiais com granulação maior como casca de pinus, carvão vegetal e fibra de coco são excelentes para manter o local com boa drenagem.

Adubo

Mantenha a fertilização do Rhipsalis pilocarpa leve, com aplicações duas ou três vezes ao ano. Utilize um adubo que você já conheça, ou então siga as instruções da embalagem. Sempre oferecendo uma dose menor do que a indicada para evitar excesso de nutrientes que podem prejudicar o desenvolvimento da planta.

Veja Também:

Gostou das dicas sobre o Rhipsalis pilocarpa? Se você conhece alguém que gosta de cactos e cultiva em casa, envie esse artigo para ela. Logo depois deixe suas estrelinhas abaixo.

4.8/5 - (6 votes)

Deixe um comentário