Trepadeira Gloriosa: Conheça Todo O Encanto Dessas Flores

Trepadeira Gloriosa

A trepadeira Gloriosa tem flores exuberantes em cores vermelhas e amarelas e com uma característica interessante, pois suas pétalas crescem eretas e recurvadas como se estivessem invertidas. Além disso, é uma das poucas trepadeiras que tem raízes tuberosas, caracterizadas por desenvolverem órgãos para acúmulo de nutrientes e substâncias, assim como a beterraba e a cenoura, por exemplo. Conheça as dicas de como plantar e cultivar a trepadeira Gloriosa logo a seguir.

Sobre a Trepadeira Gloriosa

A trepadeira Gloriosa recebe outros nomes populares como Garras-de-Tigre e Lírio-trepadeira. Seu nome mais conhecido, Gloriosa, vem do nome botânico Gloriosa rothschildiana.

É uma planta nativa africana, mais especificamente do Quênia e Uganda da família Liliaceae, a mesma do Lírio e da Tulipa.

É uma trepadeira que cresce muito rápido e tem folhas brilhantes em formato de lanças com as pontas transformadas em gavinhas que ajudam na fixação.

As flores têm tons vermelhos e amarelos com seis pétalas estreitas e refletidas com ondulações nas bordas. Ficam penduradas em caules de cerca de 20 centímetros de comprimento.

Elas surgem no verão quando cultivadas em ambientes adequados de luz e em temperaturas entre 17°C e 22°C, idealmente. Apesar disso, suporta variações climáticas, aceitando ser cultivada tanto em regiões mais quentes como também ambientes mais amenos.

A planta cresce até cerca de 2 metros de altura e precisa de um apoio para escalar.

Como Cuidar da Trepadeira Gloriosa

Luminosidade e Substrato

A trepadeira Gloriosa gosta de muita luminosidade, porém é preciso proteger a planta do sol pleno em regiões com temperaturas acima de 23°C. Suas folhas e também as flores, nessas condições, se queimam facilmente.

Nesse sentido, o melhor é abrigar sua planta em locais com meia-sombra, o que não prejudica o seu desenvolvimento.

Quanto ao substrato, a trepadeira Gloriosa prefere composto rico em material orgânico que seja bem drenado. Por exemplo, uma mistura de terra, areia e turfa.

Regas

O desafio de manter o solo umedecido sem, contudo, deixar as raízes encharcadas faz parte do cultivo da trepadeira Gloriosa. O excesso de água nas raízes pode rapidamente causar o apodrecimento.

Por outro lado, é uma planta que não aceita ser negligenciada, pois a falta de água leva ao ressecamento das raízes e diante disso a planta toda estará seca.

Dessa forma, quando precisar aliviar o calor pode-se borrifar com água a planta o que causa um efeito momentâneo de frescor, mas não garante a umidade.

E para não exagerar nas regas, sempre teste o solo com as mãos e verifique se os primeiros centímetros já estão secos.

Período de Dormência da Trepadeira Gloriosa

No inverno a trepadeira Gloriosa entra em repouso, perdendo todas as suas folhas. Assim você pode retirar o bulbo da terra para um novo plantio na primavera com crescimento vigoroso e nova floração.

As partes da planta acima do solo, começam a murchar após o período de floração. A partir daí, a sua planta Gloriosa não tem necessidade de rega, luz ou adubação. Você pode deixar a planta seguir o curso natural no solo.

Ou, se preferir, pode retirar o bulbo do solo para armazenar. Escolha um recipiente protegido da luz.

Assim, na primavera, replante o bulbo em uma cova de no máximo 5 centímetros em novo substrato.

A partir de então, regue gradativamente até retomar a rotina de umidade constante que a planta necessita, sem deixar que a raiz seque ou fique estressada com excesso de água.

Então, após cerca de 7 semanas, a planta já deve mostrar seus primeiros brotos.

Toxidade da Trepadeira Gloriosa

Embora seja uma planta linda para cultivo em casa, qualquer de suas partes são extremamente tóxicas tanto ao contato como se ingeridas. Causando severos danos no sistema gastrointestinal e nervoso-central.

As raízes possuem elementos capazes de interromper a mitose celular sendo assim, totalmente desaconselhável o manuseio por mulheres no período de gestação.

Apesar de o tubérculo ser o mais venenoso, a seiva dos brotos também é tóxica, sendo indicado o uso de luvas.

Além disso, a ingestão de partes da planta provoca a falência dos órgãos, podendo causar efeitos severos e até a morte.

Desse modo, em residências com crianças e animais de estimação se torna muito arriscado o plantio da Gloriosa.

Veja Também:

Posts Recentes:

Gostou desse artigo sobre a trepadeira Gloriosa? Deixe suas estrelinhas abaixo e então, compartilhe com quem você sabe que também gosta de plantas. Logo depois, aproveite para ler nossos outros posts do Blog. Além disso, dê uma olhada na parte de decoração e receitas.

4.9/5 - (14 votes)

Deixe um comentário