Antúrio Cristal: Folhas Aveludadas Exuberantes

Antúrio Cristal

Quando se fala em antúrios a espécie que logo vem a nossa mente é aquela com lindas flores vermelhas. Mas o gênero Anthurium tem espécies muito diversificadas, incluindo até mesmo plantas com folhas estreitas e pendentes. O Antúrio Cristal é uma espécie com folhas verdes enormes que são seu maior atrativo.

Eles formam touceiras ralas, pois suas hastes são longas e finas, mas o tamanho das folhas se sobressai pela beleza fascinante. Conheça um pouco mais sobre o Antúrio Cristal e saiba como cuidar.

Sobre o Antúrio Cristal

O Antúrio Cristal (Anthurium crystallinum) é nativo da América do Sul, mais especificamente do Peru e da Colômbia. Pertence à família Araceae assim como o Lírio da Paz e a Jiboia Prateada.

Ele tem folhas coriáceas e aveludadas em um tom de verde bem escuro com lindos veios claros, chegando a parecer brancos que fazem o contraste tão apreciado. Elas são tão largas quanto compridas, medindo cerca de 20-34 x 18-30 cm.

As folhas jovens têm tons amarronzados e são mais maleáveis e finas. Com o avanço, adquirem a rigidez e o tom verde escuro.

A inflorescência é caracterizada por uma bráctea verde clara, ou seja, uma folha modificada que acompanha externamente a espádice cilíndrica que contém o aglomerado de flores minúsculas. Elas surgem no verão.

À medida que o Antúrio se desenvolve, ele lança raízes da base das hastes, que tocam o solo para ajudar na sustentação das enormes folhas.

Como Cuidar do Antúrio Cristal

O Antúrio Cristal gosta de muita umidade e de locais sombreados, assim como em seu habitat selvagem.

Luz e Temperatura

O Antúrio Cristal prefere a luz solar indireta e brilhante, sendo assim, se for cultivar dentro de casa procure locais como varandas ou com bastante proximidade com as janelas.

É comum o cultivo do Antúrio até mesmo em banheiros por causa da umidade, como veremos a seguir. Mas esse ambiente só será perfeito se o banheiro tiver a quantidade de luz adequada e ventilação.

Já nos jardins, coloque seu antúrio protegido do sol, sempre com luz difusa, sombreado por outras plantas maiores ou por muros e paredes.

A temperatura ideal para o cultivo do Antúrio Cristal gira em torno de 18° 24°C. Nesse sentido, seu desenvolvimento é melhor em regiões com clima tropical, pois eles são sensíveis tanto ao calor excessivo como também ao frio.

Rega e Substrato

Por suas características de folhas grandes e laminadas, o Antúrio Cristal precisa de muita umidade nas folhas. Principalmente as folhas jovens devem ser hidratadas diariamente para crescerem saudáveis.

Você vai perceber quando deixou de umedecer corretamente uma folha em crescimento se ela apresentar deformidades. Assim, acompanhe de perto os novos rebentos e não deixe de mantê-los úmidos.

Além disso, as folhas adultas com pontas amareladas também são indício de falta de umidade.

Por outro lado, as espécies de Anthurium apresentam sensibilidade ao excesso de cloro na água. O que também pode deixar as pontas das folhas amareladas.

Nesse caso, deixe a água descansar durante a noite em um balde antes de fazer a rega. Isso faz com que o cloro se evapore e não prejudique suas plantas.

Para ter um Antúrio Cristal bem hidratado, o ideal é borrifar água nas folhas todas as manhãs. Ou então mantenha um umidificador por perto.

O substrato deve estar sempre levemente umedecido, nunca encharcado.

O Antúrio Cristal pode crescer em vários tipos de substrato, desde que tenham elementos drenantes e matéria orgânica. Combinações, por exemplo de húmus de minhoca, esterco, casca de pinus, fibra de coco, perlita, vermiculita e terra vegetal.

Assunto Relacionado: Você Sabe a Diferença Entre Perlita e Vermiculita?

Adubo

O Antúrio Cristal responde muito bem a fertilizantes orgânicos de liberação lenta e balanceados. O Bokashi é sempre uma excelente opção tanto para as plantas cultivadas dentro de casa como também em jardins.

Assunto Relacionado: Saiba O Que É Bokashi, Como Funciona E Quais Os Seus Benefícios

Como Fazer Mudas de Antúrio Cristal

O Antúrio Cristal se propaga através de sementes e por estacas ou divisão do caule.

As sementes podem ser coletadas da espádice ou espiga da própria planta. Elas têm a germinação a partir da segunda semana, podendo chegar a 5 semanas.

Para fazer a divisão do caule, retire o broto assim que surgir, quando ainda está no início. Mas deixe raízes suficientes para o desenvolvimento nas duas partes da planta, tanto na planta mãe quanto no broto.

Coloque a parte destacada em um novo recipiente e mantenha os cuidados de rega e substrato mencionados anteriormente.

Gostou das dicas sobre o Antúrio Cristal? Então, você já tem uma planta Antúrio em casa? Aproveite e compartilhe com seus amigos que também gostam de plantas e não esqueça de deixar suas estrelinhas abaixo.

4.9/5 - (15 votes)

Deixe um comentário