Planta Maranta Tricolor: Stromanthe Thalia ‘Triostar’

Folhas longas e coloridas de creme e verde da planta Maranta-tricolor em fundo bege.

Não há como ficar indiferente à beleza de suas folhas. A planta Maranta-tricolor causa um grande impacto onde é cultivada, seja em vasos ou em jardins. Suas folhas lanceoladas e longas com desenhos de cor creme e tons de verde, além de um verso vermelho é realmente algo a se apreciar.

A Maranta-tricolor é conhecida por outros nomes populares como Maranta-triostar, Calathea-tricolor, Calathea-triostar e Caeté-tricolor. Vamos conhecer um pouco mais sobre ela.

Sobre a Planta Maranta-Tricolor

A planta Maranta-tricolor é nativa da Mata Atlântica do Brasil. Mais especificamente dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia.

Ela pertence à família Marantaceae, a mesma de outras plantas já comentadas aqui no site, como por exemplo, a Maranta Leuconeura e a Calathea Orbifolia.

A Maranta-tricolor faz parte do grupo de plantas chamadas de plantas-rezadeiras ou plantas-da-oração. Esse grupo de plantas tem uma característica em comum de movimento das folhas.

Ou seja, as folhas se levantam na posição vertical quando o sol se põe à noite e voltam a abrir quando o sol nasce.

A planta Maranta-tricolor recebe o nome científico de Stromanthe thalia ‘Triostar’. É uma espécie herbácea e rizomatosa, com caule ramificado que pode chegar a cerca 1 metro de altura.

Ela tem folhas compridas, em forma de espada. A cor é composta por um tom de branco e creme que se alterna com uma variação de verde. Assim como, na face inferior a cor é um roxo avermelhado que confere, no fim, um conjunto muito atraente.

A inflorescência surge na primavera, um pouco acima da folhagem, com brácteas (folha modificadas) vermelhas e flores bem pequenas brancas. Contudo, se o cultivo é interno, muito raramente as flores aparecem.

Assunto Relacionado: 9 Plantas Para Apartamento Pequeno: Descubra Sua Melhor Opção

Como Cuidar da Planta Maranta-Tricolor

É uma planta resistente, mas que exige alguns cuidados básicos como por exemplo, protegê-la do sol forte e manter a umidade do ambiente.

Luz e Temperatura

A Maranta-tricolor deve ser cultivada em regiões de clima tropical e subtropical, não suportando temperaturas abaixo de 10°C. Além disso, ela é muito sensível a geadas.

Suas folhas precisam de proteção contra a luz solar direta em clima mais quente. Assim, nos jardins, o local ideal deve ser sombreado por plantas maiores.

Embora seja uma planta acostumada à sombra das florestas, dentro de casa é bom manter uma luminosidade difusa abundante. Com efeito, as melhores escolhas são os locais mais próximos as janelas e varandas.

Tanto o calor e a exposição direta das folhas ao sol, quanto o frio intenso podem queimar suas folhas.

Rega e Substrato

A Maranta-triostar prefere solo fértil, rico em matéria orgânica e úmido. Prepare solos permeáveis, com boa drenagem.

As regas precisam ser regulares a fim de manter o solo levemente umedecido. No período de maior calor, verifique a necessidade de regas mais frequentes durante a semana.

O importante é manter a umidade. A Maranta-triostar gosta de ambientes úmidos e dentro de casa esse fator pode ser relevante para o sucesso do seu cultivo.

Nesse sentido, manter o agrupamento de plantas, umas perto das outras em ambientes internos, é um fator que promove maior umidade.

Se for possível use um umidificador elétrico ou pratinhos umidificadores. Um recipiente raso com uma camada de argila expandida e uma fina camada de água ajuda a manter a umidade para a planta.

A Maranta-tricolor dá sinais quando não tem umidade suficiente. Suas folhas se enrolam com a finalidade de diminuir a evaporação.

Além disso, as folhas ficam com as pontas ressecadas quanto existe a falta de água constante.

Adubo

A fertilização não precisa ser pesada pois é uma planta que não requer muitos nutrientes além de um substrato rico em material orgânico. Porém, a adubação é bem vinda principalmente em cultivo em vasos, onde os nutrientes se esgotam.

Prefira os adubos orgânicos ou de liberação lenta. Faça a fertilização entre a primavera e o verão.

Para nossa sorte a planta Maranta-tricolor pode ser apreciada e cultivada tanto em jardins semissombreados como também como planta de interior. Ela costuma ser plantada como forração ou bordadura, assim como na composição de lindos vasos.

Gostou das dicas sobre a planta Maranta-tricolor? Então, você já tem uma planta dessa em casa? Aproveite e compartilhe com seus amigos que também gostam de plantas e não esqueça de deixar suas estrelinhas abaixo.

4.9/5 - (8 votes)

Deixe um comentário