Suculenta Colar-De-Golfinho (Senecio Peregrinus): Veja Como Cuidar

Suculenta Colar-de-Golfinho
Reprodução imagem: cornershopapp.com

A Suculenta Colar-de-Golfinho (Senecio peregrinus) produz caules finos e longos cobertos de pequenas folhas em formatos que lembram um golfinho. Acredita-se que esta espécie rara seja na verdade um híbrido natural entre a suculenta Senecio Rowleyanus (Colar-de-Pérolas) e a Senecio articulatus. Vamos conhecer algumas dicas e saber mais sobre como cuidar da Suculenta Colar-de-Golfinho.

Sobre a Suculenta Colar-de-Golfinho

A Senecio peregrinus, quando madura, produz flores brancas e perfumadas no verão. Mas não desanime se sua planta demorar para florescer, pois existem muitos fatores, como luz e temperatura que contribuem para o aparecimento das flores.

Nativa da África do Sul, é uma espécie perene, muito ramificada que pode desenvolver hastes de até 30 centímetros de comprimento.

Como Cuidar da Suculenta Colar de Golfinho

A suculenta Colar-de-Golfinho se tornou popular como planta de interior pela sua graça e facilidade de cultivo.

Nesse sentido, escolha um local em casa que tenha muita luz indireta, o mais próximo possível de janelas e varandas, pois as suculentas de um modo geral precisam da luz abundante para crescerem.

Elas se desenvolvem melhor em ambientes quentes, acima de 15°C. Seu crescimento é considerado lento e por causa de suas hastes longas elas ficam muito bonitas quando cultivadas como plantas pendentes.

O cultivo ao ar livre deve ser cuidadoso pois o sol forte aliado às temperaturas acima de 29°C podem prejudicar as folhas.

Substrato

O substrato padrão para suculentas, que permite um solo permeável e aerado, deixando as raízes livres de umidade é o ideal.

Misturas de substrato orgânico, como por exemplo fibras de coco e turfa acrescidos de dois terços de elementos como areia, cascalho ou perlita, vão ajudar a suculenta a se desenvolver saudável e prevenir doenças nas raízes.

Como Regar a Suculenta Colar-de-Golfinho

Em seu habitat natural, a suculenta Colar-de-Golfinho alterna períodos recebendo muita chuva com períodos de seca prolongada. Eles podem sobreviver assim por semanas e até meses.

Uma maneira de ajudar a suculenta Colar-de-Golfinho a durar muito tempo em casa é sendo bastante moderado nas regas. Assim só ofereça água quando o substrato já estiver totalmente seco.

Uma maneira de garantir que as raízes absorvam o quanto de água precisam, é submergindo o vaso em uma bacia com água. Assim, deixe por alguns minutos o vaso dentro da bacia e retire quando a planta já tiver sugado o necessário.

Não é indicado borrifar as folhas, pois isso facilita o aparecimento de pragas e doenças.

Lembrando que os vasos de plástico, retém por mais tempo a umidade do solo, o que significa que se deve fazer o teste do dedo para ter certeza do solo seco antes de regar.

Por isso, os vasos de barro são mais utilizados no cultivo de tanto de cactos como de suculentas. Pois eles absorvem rapidamente a água da rega.

Não há necessidade de replantar sua suculenta Colar-de-Golfinho, uma vez que elas gostam de ter as raízes em um ambiente mais apertado.

Como Propagar a Suculenta Colar-de-Golfinho

A maneira mais simples de multiplicar a suculenta Colar-de-Golfinho é por meio de estacas.

Use uma parte da haste de pelo menos 5 a 10 centímetros e que esteja vigorosa e saudável.

Em seguida, retire as folhas da parte inferior do caule e coloque a base em uma mistura de solo para suculenta.

Acrescente por cima uma fina camada de terra e cubra o vaso com um saco plástico transparente para ajudar na o enraizamento.

Deixe o vaso em um ambiente bem claro, porém protegido da luz solar direta.

Borrife levemente o solo uma vez na semana. E assim que notar a formação das raízes retire o plástico.

Após esse período, passe ao padrão das regas citadas acima, molhe e deixe secar.

Problemas Comuns na Suculenta Colar-de-Golfinho

O problema mais comum com as suculentas costuma ser o excesso de água, e a Colar-de-Golfinho não foge à regra. Por consequência, as folhas ficam amolecidas e as raízes podem apodrecer.

Por outro lado, a seca por um período prolongado, acima do que a planta pode suportar, leva ao murchamento das folhas.

Ácaros, pulgões e cochonilhas podem ocorrer, assim esteja sempre atento e verifique a planta regularmente.

Veja Também:

Posts Recentes:

Gostou desse artigo sobre a Suculenta Colar-de-Golfinho? Deixe suas estrelinhas abaixo e então, compartilhe com quem você sabe que também gosta de plantas. Logo depois, aproveite para ler nossos outros posts do Blog. Além disso, dê uma olhada na parte de decoração e receitas.

4.8/5 - (9 votes)

Deixe um comentário