Anthurium Clarinervium: Um Guia Completo De Cuidados

Anthurium Clarinervium com 4 folhas em formato de coração e nervuras esbranquiçadas na face plantado em vaso com cachepô de palha.

Ao contrário dos antúrios mais populares que são cultivados por suas flores, o Anthurium clarinervium tem as folhas como grande destaque. Elas têm um padrão de veios claros que se destacam sobre o verde intenso.

Essa talvez não seja a melhor planta para iniciantes, pois seus cuidados de manutenção exigem mais atenção. Por outro lado, se você já tem o hábito de cuidar de alguma planta da família das Aráceas, mesmo que seja de outro gênero como a alocasia, aglaonema ou philodendron, pode confiar no Anthurium clarinervium.

Sobre o Anthurium Clarinervium

Nativo da região de Chiapas, no sul do México, o Anthurium clarinervium pertence à família Araceae a mesma da planta Pulmão-de-aço (Alocasia Cuprea) e do Antúrio Cristal (Anthurium crystallinum), as quais já falamos aqui no site.

Você pode reconhecer o Anthurium clarinervium por suas folhas em formato de coração com nervuras esbranquiçadas. É por isso que ela recebe o nome popular de Antúrio-coração.

É uma planta herbácea, ou seja, que não possui caule lenhoso, que atinge pouco mais de 30 centímetros de altura. Além disso, é uma planta epífita que se apoia sobre plantas maiores e vive à sombra delas.

Suas folhas tem cerca de 30 centímetros de comprimento, são amarronzadas na parte inferior e verde escuro na face superior com nervuras que podem ser verde claras a brancas.

A inflorescência surge acima da folhagem, em forma típica de espádice e assim como outras folhagens ornamentais, elas são discretas.

Duas imagens de Anthurium Clarinervium em detalhe da flor espádice a esquerda e a direta a planta com três folhas e uma inflorescência em flor.

Como Cuidar do Anthurium Clarinervium

O Anthurium clarinervium é uma planta que gosta de muita luminosidade, porém sem exposição direta à luz solar. Ela prefere solos leves e ambiente úmido.

Luz e Temperatura

Como uma típica planta tropical, o Anthurium clarinervium gosta de ambientes quentes, úmidos e bem iluminados. Nesse sentido, dentro de casa, devemos escolher um local que se aproxime o máximo possível desse cenário.

Temperaturas entre 20 e 25°C são ideais para o cultivo do Anthurium. No período de inverno elas suportam bem até cerca de 15°C. Porém, não se preocupe muito com isso se sua planta estiver dentro de casa, pois as temperaturas em ambientes fechados tendem a ser mais amenas e controladas.

Quanto maior a luminosidade oferecida, mais saudável será o desenvolvimento da sua planta. Então procure colocar o Anthurium clarinervium em ambientes com janelões, varandas ou sacadas.

Já no cultivo em jardins, deixe-o protegido da luz solar direta, sob plantas maiores e que ofereçam meia-sombra ao longo do dia.

Assunto Relacionado: Como Cuidar do Antúrio e Ter uma Floração Maravilhosa

Rega e Substrato

Para aproximar o substrato feito em casa do mesmo modo de vida das florestas, escolha elementos que permitam ao mesmo tempo o rápido escoamento da água e a respiração das raízes.

O substrato deve ser permeável de forma que a água da rega não fique parada dentro do vaso. Assim, materiais como por exemplo fibra de coco, casca de pinus ou perlita são perfeitos para o cultivo do Anthurium clarinervium.

Se preferir comprar as misturas prontas, escolha os substratos próprios para orquídeas, característico de plantas epífitas.

Outro ponto muito importante no cultivo do Anthurium clarinervium é a regularidade das regas. Elas devem ser cuidadosas, pois esse tipo de Anthurium gosta de ficar em solo umedecido, porém sem encharcamento. Ao mesmo tempo, não se deve deixar que o substrato seque entre uma rega e outra.

Uma maneira de aumentar a umidade ao redor do Anthurium clarinervium, é com a utilização de pratos de água cheios de argila expandida sob o vaso. Bem como, agrupar várias plantas no mesmo local em casa.

Além disso, se você é daqueles que gosta de fazer muitas regas, escolha cultivar sua planta em vasos de barro. Eles são mais rápidos na hora de dissipar a água e a umidade, evitando assim o excesso de água nas raízes.

Assunto Relacionado: Antúrio: Como Cuidar dos Problemas que Surgem.

Adubo

A fertilização do Anthurium clarinervium deve ser leve, pois é uma planta que não consome muitos nutrientes.

Dê preferência aos adubos líquidos, que podem ser misturados à água da rega. Além disso, utilize dosagens abaixo do indicado na embalagem para evitar o excesso de nutrientes disponíveis no solo.

Nesse sentido, faça a adubação somente nos períodos de maior crescimento da planta, entre os meses da primavera e verão.

Poda e Propagação do Anthurium Clarinervium

O Anthurium clarinervium é uma planta de crescimento lento que inicialmente não precisa de podas. Além disso elas não possuem uma profusão de folhas, e você não vai querer se desfazer de nenhuma delas.

Para propagar o Anthurium clarinervium você pode germinar as sementes, embora seja um processo mais demorado.

Outra forma de multiplicação é através da divisão dos caules. Separe suavemente de modo que as partes tenham ao menos uma folha.

Veja Também:

Gostou desse artigo sobre Anthurium clarinervium? Deixe suas estrelinhas abaixo e então, compartilhe com quem você sabe que também gosta de plantas. Logo depois, aproveite para ler nossos outros posts do Blog. Além disso, dê uma olhada na parte de decoração e receitas.

4.9/5 - (14 votes)

Deixe um comentário